Pendência 31: fazer minha autoajuda do dia

Chegamos à pendência 31. Uma mistura de volta à infância, com autoajuda, com terapia, com novela das 18h e das 19h30. Com retalho, pincel pra tecido, cola, régua de letrinhas e papel paraná.

Mas antes, devo confessar que estou orgulhosa de ter conseguido postar durante 31 dias seguidos. E feliz de estar acabando. Resolver pendências demanda muito tempo, o que acaba criando outras pendências. Um ciclo sem fim. Mas é um ótimo exercício pra controlar a ansiedade, pra ver o tanto de coisa que a gente (eu) começa a fazer e deixa no meio do caminho e pra pensar e viver um dia de cada vez.  #antoniorobertofeelings

E como a vida, na verdade, é uma sucessão de pendências, ainda há muitas coisas por fazer: organizar o guarda-roupa, aprender a meditar, conhecer uma cachoeira nova, fazer aula de alongamento na academia, tirar outra carteira de identidade, etc. O bom de tudo é que peguei o ritmo de postagens. Pretendo continuar escrevendo 3 ou 4 vezes por semana.

Mas chega de blá,blá, blá e vamos ao que interessa, né?!

Eu poderia ter feito em photoshop, impresso em couché ou comprado pronto. Em vez disso, optei por fazer dois quadrinhos com o que tinha em casa. Quem é da minha época e fazia as capas de trabalho à mão, provavelmente se lembra das réguas de letrinhas. E até as bonitas eu tenho.

Todo mundo, de um jeito ou de outro, tem sua forma de autoajuda. Pode ser num livro da Martha Medeiros, num versículo da Bíblia, numa frase de para-choque, numa canção de Chico Buarque e até nos trechos de Clarice Lispector e Caio Fernando Abreu (rs).  Se a gente leu, se identificou e se sentiu melhor, tá valendo!

A minha é acender um incenso, inspirar azul e expirar cinza, como uma amiga me ensinou, e sempre pensar que amanhã vai ser melhor que hoje. Também costumo me lembrar com frequência de uma frase do fundador do Instituto em que trabalho: “na vida, há dias de paz e dias de combate”. É vero!

Eu morria de preconceito contra isso. Hoje não mais. Cada um tem o direito de se ajudar como quiser (ok, só manera com a publicação no Face, please, rs).

Há uns meses, no auge de um dos meus sofrimentos da vida, eu publiquei uma imagem onde estava escrito que os tempos andam difíceis para os sonhadores. Hoje, depois de ter escapado do redemoinho (drama), só pensei em uma resposta. Segue:

Concorda ou não?!

E assim eu me despeço da temporada das 31 pendências. Pra quem acompanhou, obrigada! Espero você para um feliz aniversário dia 27. 😉

P.S: Meu cálculo foi tão mirabolante que resolvi tudo um dia antes do previsto. Por que será que não fui pras exatas?!

Anúncios

Um comentário em “Pendência 31: fazer minha autoajuda do dia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s