Pendência 10: recomendar o filme que mais me tocou em 2012

Era uma pendência desde março, quando assisti a Medianeras – Buenos Aires na Era do Amor Virtual. A recomendação veio da irmã, completamente imersa na língua espanhola e na internet, sua forma mais fácil de comunicação com a gente do lado de cá. “Foi um filme que me fez pensar, sabe, mana?!”, ela disse.

Muitos blogs já falaram sobre o assunto. Mas é aquela coisa: as lentes sempre são diferentes, né não?! E como é quinta-feira, a gente aproveita e dá a dica. Vai que alguém está precisando de um filme para o final de semana.

Bem… O longa conta a história de Martín e Mariana, que vivem na mesma cidade, na mesma quadra, mas nunca se encontram, até que acabam se conhecendo virtualmente.

Todo o enredo gira em torno de situações com as quais é impossível não nos identificar: o crescimento desordenado das cidades, a falta de sintonia entre as pessoas, as relações mediadas pela internet…

E a gente consegue pensar sobre o quanto o mundo realmente está maluco e sobre o quanto temos precisado de subterfúgios para viver nessa loucura. Hipocondrismo, fobia social e depressão são só alguns dos males da vida pós-moderna. No entanto, tudo isso é tratado com leveza e algum humor. Frases como “não consigo encontrar o interruptor para apagar a cabeça” e “ser saudável é muito estressante” vão dando um tom divertido ao filme.

* Imagens extraídas da fan page do filme.

E, além de tudo, ainda tem a simbologia do Wally, super pertinente ao contexto. Segue trailer.

Bem… Acho que falei demais. De qualquer forma, vale muito a pena assistir.

Extra: gostei tanto da música do trailer, do Daniel Johnston (que eu não conhecia), que busquei outras versões. Segue um cover bem lindinho, gravado por Beck.

Sô romântica?!