Uma nova chance pra luminária antiga

Na Em Minas de julho:

Ela te acompanhou na adolescência, enquanto lia os livros para o vestibular e estudava para os simulados. Depois, foi com você para a faculdade. E dá-lhe livro de sociologia, teoria da comunicação e jornalismo literário. Do time das baratinhas, no início ela era branquinha que nem neve, mas de tanto ir de um lado paro o outro, foi ficando suja, amarelada e teve o maleiro do guarda-roupas como destino.

Continue Lendo “Uma nova chance pra luminária antiga”

Nova luz pra lâmpada queimada

Bem… Eu já falei da coluna da revista. Falta agora falar de qual foi o projeto de estreia. A dica é que tem a ver com cheiro, com reciclagem e com tarde de domingo.

Há uns dois meses, eu me arrisquei a fazer um aromatizante. Está neste post aqui. Para a coluna, o projeto foi o mesmo. O que mudou, no entanto, foi a embalagem: uma lâmpada queimada que também tem lá seu charme…

Materiais para o recipiente:

Lâmpada; broca tamanho 8; alicate pra bijuteria; cola quente pros pezinhos.

materiais para lâmpada

Como fiz:

Com o alicate, abri a parte que encaixa a lâmpada na boquilha e, com a broca, fui quebrando o vidrinho que tem na parte de dentro. É preciso muita delicadeza. Caso contrário, a gente quebra a lâmpada inteira. Usei a cola quente para fazer os pezinhos. 4 gotinhas foram suficientes para deixar a lâmpada em pé.

lâmpada_aromatizante

Materiais para o aromatizante:

20ml de álcool de cereais; 20ml de água mineral; 10ml de essência para aromatizante da sua preferência (nesse caso, usei óleo concentrado de maçã verde, em menor quantidade); palitos de churrasco; conta-gotas; vasilha com medidor.

Obs.: utilizei algumas gotinhas de fixador para manter o cheirinho por mais tempo, mas é opcional.

Como fiz:

Coloquei na vasilha o álcool de cereais, seguido das essências e da água. Misturei tudo com um dos palitos, pinguei algumas gotas de fixador e despejei na lâmpada.

Gostou do efeito?

p.s.: Coincidentemente, o site alô,terra! publicou hoje 15 ideias para reaproveitar lâmpadas. Cada coisa linda e que a gente nem imagina!

A Dona colunista

Ai, ai! Nem sei como começar… Só sei que, melhor que realizar um sonho nosso, é ver aquele amigo do peito concretizando o dele. E neste caso, especificamente, eu me sinto meio corresponsável por tudo.

Vaga vai, currículo vem e, há 5,5 anos (dois meses depois de mim) chegava a Ouro Preto a jornalista e amiga Ana Paula Martins, contratada para trabalhar no jornal diário da cidade.

Apesar de sua relação de amor e ódio com Ouro Preto, mal sabia que a cidade tinha mais planos pra ela que pra mim. Foi assim que, um ano e pouco depois, eu vim e ela ficou. E por lá tem se tornado uma grande referência profissional. Agora, ela alça mais um voo e, junto a uma galera bem boa de serviço, está lançando um novo canal de informação sobre a Região dos Inconfidentes: a revista Em Minas. Trata-se de uma publicação mensal com matérias sobre atualidades, cultura, meio ambiente, patrimônio, gastronomia, bem-estar, comportamento, ciência e tecnologia e curiosidades, além de entrevistas muito bacanas.

A revista também tem a colaboração de cinco colunistas. E é aí que eu, ou melhor, o blog entra na história. Todo mês, um projetinho inédito vai sair por lá. E eu fico super feliz não apenas por ter minha primeira coluna (\o/), mas por saber que tudo tem sido feito com muito profissionalismo, dedicação e carinho. A região precisa… E merece!

Assim,  eu vou tentar postar algo aqui, mas se você também é apaixonado(a) por Ouro Preto e Mariana, vale a pena acompanhar o que tá rolando na página deles. Certeza que você vai se encantar com o que esse pedaço de Minas oferece.

Fico feliz com a confiança na Dona. E desejo vida longa à Revista Em Minas!

Gostou também?