Uma nova chance pra luminária antiga

Na Em Minas de julho:

Ela te acompanhou na adolescência, enquanto lia os livros para o vestibular e estudava para os simulados. Depois, foi com você para a faculdade. E dá-lhe livro de sociologia, teoria da comunicação e jornalismo literário. Do time das baratinhas, no início ela era branquinha que nem neve, mas de tanto ir de um lado paro o outro, foi ficando suja, amarelada e teve o maleiro do guarda-roupas como destino.

Continue Lendo “Uma nova chance pra luminária antiga”

Anúncios

Nova luz pra lâmpada queimada

Bem… Eu já falei da coluna da revista. Falta agora falar de qual foi o projeto de estreia. A dica é que tem a ver com cheiro, com reciclagem e com tarde de domingo.

Há uns dois meses, eu me arrisquei a fazer um aromatizante. Está neste post aqui. Para a coluna, o projeto foi o mesmo. O que mudou, no entanto, foi a embalagem: uma lâmpada queimada que também tem lá seu charme…

Materiais para o recipiente:

Lâmpada; broca tamanho 8; alicate pra bijuteria; cola quente pros pezinhos.

materiais para lâmpada

Como fiz:

Com o alicate, abri a parte que encaixa a lâmpada na boquilha e, com a broca, fui quebrando o vidrinho que tem na parte de dentro. É preciso muita delicadeza. Caso contrário, a gente quebra a lâmpada inteira. Usei a cola quente para fazer os pezinhos. 4 gotinhas foram suficientes para deixar a lâmpada em pé.

lâmpada_aromatizante

Materiais para o aromatizante:

20ml de álcool de cereais; 20ml de água mineral; 10ml de essência para aromatizante da sua preferência (nesse caso, usei óleo concentrado de maçã verde, em menor quantidade); palitos de churrasco; conta-gotas; vasilha com medidor.

Obs.: utilizei algumas gotinhas de fixador para manter o cheirinho por mais tempo, mas é opcional.

Como fiz:

Coloquei na vasilha o álcool de cereais, seguido das essências e da água. Misturei tudo com um dos palitos, pinguei algumas gotas de fixador e despejei na lâmpada.

Gostou do efeito?

p.s.: Coincidentemente, o site alô,terra! publicou hoje 15 ideias para reaproveitar lâmpadas. Cada coisa linda e que a gente nem imagina!

A Dona colunista

Ai, ai! Nem sei como começar… Só sei que, melhor que realizar um sonho nosso, é ver aquele amigo do peito concretizando o dele. E neste caso, especificamente, eu me sinto meio corresponsável por tudo.

Vaga vai, currículo vem e, há 5,5 anos (dois meses depois de mim) chegava a Ouro Preto a jornalista e amiga Ana Paula Martins, contratada para trabalhar no jornal diário da cidade.

Apesar de sua relação de amor e ódio com Ouro Preto, mal sabia que a cidade tinha mais planos pra ela que pra mim. Foi assim que, um ano e pouco depois, eu vim e ela ficou. E por lá tem se tornado uma grande referência profissional. Agora, ela alça mais um voo e, junto a uma galera bem boa de serviço, está lançando um novo canal de informação sobre a Região dos Inconfidentes: a revista Em Minas. Trata-se de uma publicação mensal com matérias sobre atualidades, cultura, meio ambiente, patrimônio, gastronomia, bem-estar, comportamento, ciência e tecnologia e curiosidades, além de entrevistas muito bacanas.

A revista também tem a colaboração de cinco colunistas. E é aí que eu, ou melhor, o blog entra na história. Todo mês, um projetinho inédito vai sair por lá. E eu fico super feliz não apenas por ter minha primeira coluna (\o/), mas por saber que tudo tem sido feito com muito profissionalismo, dedicação e carinho. A região precisa… E merece!

Assim,  eu vou tentar postar algo aqui, mas se você também é apaixonado(a) por Ouro Preto e Mariana, vale a pena acompanhar o que tá rolando na página deles. Certeza que você vai se encantar com o que esse pedaço de Minas oferece.

Fico feliz com a confiança na Dona. E desejo vida longa à Revista Em Minas!

Gostou também?