Do fundo do baú

Resumindo as duas últimas semanas:

Eu quis tomar um café e o mau jeito me fez um torcicolo; eu quis estudar estatística e a procrastinação me fez criar um Facebook; eu quis economizar dinheiro e a oportunidade me fez comprar uma mesa de jacarandá; eu quis fazer muitos posts no feriado, mas um trabalho (muito legal) sobre Mídias Sociais me fez adiar. E eis que só hoje consigo um tempinho pra postar algo que não seja alguma descoberta musical.

E o que o fundo do baú tem a ver com isso? Bem…Tem a ver que o post de hoje é pra falar do quanto os baús dos nossos avós, tios e tias podem ser os nossos brechós particulares. Quer saber como? Dê só uma olhadinha:

A moda tem dessas coisas. Vira e mexe reatualiza o passado. E com as bolsas transversais, populares na década de 70, não foi diferente. Muitos modelos estão repaginados.

Agora, sinceramente, apesar do toque contemporâneo das novas peças, um pouco de história a tiracolo tem lá o seu charme, concorda?!

Por isso, a importância dos brechós particulares. Fundo de baú tem ouro!

4 comentários em “Do fundo do baú”

  1. Peças com memória particular nao tem preço. Nos contam histórias e trazem lembranças, são roupas e acessórios com alma. Amei seus achados no baú da família! bjs

  2. Adorei este post….sou uma consumidora frenética de bolsas…vc sabe né? e a gente realmente esquece do velho baú! Bem lembrado…..rs
    Aliás, a Asos é uma excelente loja e entregam aqui, sabia? preços bons e com entrega em casa.

  3. Devia ter me falado, lá em casa tem um acervo ótimo desses! Adorei o post! me fez lembrar de dar uma revirada por lá da próxima vez.

Deixe uma resposta para Alexsandra Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s