Então é dezembro!

roda gigante

2014 chega ao seu último mês. Definitivamente, foi um ano mau para o mundo da arte, que deu adeus a poetas, escritores e atores que marcaram nossa infância, nosso amadurecimento literário e nossos universos fictícios. Já se foi nosso disco voador. Teve muita copa, eleições mais ainda e com tudo uma carga enérgica que apenas os astros podem explicar. 2014 foi tempestade. Agora o céu começa a clarear.
 .

No campo das pessoalidades, o ano se encerra desvendando um novo jeito de ver a vida. O coração aquietado, cheio de promessas e planos para um 2015 ímpar. Rota recalculada é a palavra. Furacões internos começam a tomar seu rumo, dando lugar à reconstrução daquilo que se desfez durante as tormentas.

Tantas metáforas para dizer que foi doído, foi difícil e foi desconcertante. Mas de tão duro, foi maravilhoso e fortificante. Nem tudo se perdeu no caminho. Foram muitas palavras rascunhadas, fotografias armazenadas, conhecimento adquirido. Eis portanto, o momento da divisão. É tempo de esvaziar os armários, reorganizar as gavetas e guardar o que ficou de bom e de aprendizado. Enfim… É tempo de abertura da temporada de retrospectivas.

Vem comigo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s