Sobre ter 28, quase 29 e um grande projeto pra antes dos 30

É, minha, gente, cá estou de novo, comemorando os três anos de vida do Dona e prestes a completar outros tantos meus. Dessa vez, não deu pra fazer listas nem cumprir pendências. O tal inferno astral até tentou me pegar, ficou uns dias poucos e depois foi embora, meio sem graça. Mas o fato é que os 29 estão chegando e eu ainda não havia escrito sobre o porquê dos 28 serem tão importantes a ponto de merecerem 31 posts seguidos. A hora é agora!

28 anos, pra mim, sempre foi uma idade referência. Quando eu tinha 19 e algo de ruim me acontecia, eu pensava: aos 28 isso não vai ser nada. Uma desilusão amorosa? Aos 28 isso não vai ser nada. Um “não” numa entrevista de estágio? Aos 28 isso não vai ser nada. Um desentendimento com um amigo? Aos 28 isso não vai ser nada. Não sei o que se passava na cabeça da Ana de 19, mas acho que ela imaginava a Ana de 28 como uma super-Ana. Nada mais seria problema aos 28, a idade imaginária do sucesso.

Continue Lendo “Sobre ter 28, quase 29 e um grande projeto pra antes dos 30”