Latinidade

O último fim de semana foi especial. Recebi a visita de Dona Lourdinha, minha mãe, que veio para a capital conhecer a Feira Nacional de Artesanato. Batemos perna à vontade, vimos dança de índio, ouvimos música latina e revivemos nossos tempos de inseparáveis. Saudade! É impressionante como o tempo voa quando se está em boa companhia.

Falando da Feira, tinha tapete pra quem gosta de sala, quadro pra quem gosta de enfeite, oficina pra quem gosta de técnica, agência pra quem gosta de viagem, panela pra quem gosta de cozinha, música pra quem gosta de som e de tudo pra quem gosta de arte, de artesanato.

E assim foi… Em pouco tempo, passamos por Piauí, Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e mais todos os estados desse Brasilsão de meu Deus. Ainda tivemos uma provinha cultural de vários países latino-americanos. Cosas muy buenas!

Momentos Feira

Promovida pelo Instituto Centro Cape/Mãos do Mundo, a 21ª Feira Nacional de Artesanato reuniu trabalhos de artesãos de todas as regiões do Brasil e de pelo menos 16 países. O evento foi realizado entre os dias 23 e 28 de novembro, homenageando a cultura latina.

Comprinhas Feira

Algumas lembranças espertas:

1 – chás calmantes de Campo Largo/PR
2 – agenda/livro de história da arte de Novo Hamburgo/RS
3 – licor de cachaça e geleia de pimenta de Ouro Preto/MG (hehe, eu sei que essa nem vale)

Obs.: as imagens são metade do amarelo de um quarto com luz mais que pé de chinelo!