Faça você mesmo, pessoalidades e alguns experimentos mais

Eu não sei se você percebeu, mas quando a gente passa o mouse na aba do Dona Drama aparece junto a frase: faça você mesmo, pessoalidades e alguns experimentos mais. A descrição surgiu depois de muito refletir sobre a razão de existir do blog. Quando o criei, havia acabado de me tornar consultora de imagem e estava empolgada em compartilhar dicas da área. No entanto, com o tempo fui percebendo que era a vontade de escrever que conduzia tudo.

Independentemente do assunto, meu maior prazer seria combinar as palavras para levar algo inspirador a alguém: um projeto de artesanato, um texto sobre uma situação pessoal ou um teste para saber se eu resolveria algumas pendências em 31 dias. E tais palavras traduzem muito bem o blog e a pessoa por trás da Dona.

Imagem ilustrativa de um dos meus últimos artesanatos.
Imagem ilustrativa de um dos meus últimos artesanatos.

Faça você mesmo

É um mantra de vida. E não se trata apenas de artesanato, mas de tudo que envolve a não terceirização daquilo que podemos fazer. Com o tempo (e com minha mãe), descobri que aprender certas coisas responde mais a um senso de urgência e utilidade que à necessidade de economia. No meu dicionário, não há divisões por gênero que estabelecem o que é coisa de menino ou de menina.  Isso me liberta para ser capaz de tudo. Aqui há uma eletricista, desentupidora, furadeira, fotógrafa, cozinheira, faxineira, lavadeira, manicure, motorista, mecânica e quantas mais couberem. Claro, há uma artesã e uma jornalista também! 🙂

Pessoalidades

Quem acompanha o blog é capaz de perceber muitas situações, felizes ou não, pelas quais passei nos últimos 4 anos. Não chega a ser um diário, mas um lugar para o qual também reservo alguns desabafos. Posts como o de quando perdi meu avô e o de quando fiz as pazes com Ouro Preto são bons exemplos disso.

E alguns experimentos mais

Se você parar pra pensar, nossa vida é um grande espaço de experimentações. Testamos empregos, relações, lugares, opiniões, projetos… Acontece o tempo todo! O importante é não ter medo de experimentar. Minha intenção é ter esse desprendimento com o meu conteúdo e com a forma de comunicá-lo, escapando daquela cruel autocensura que vez ou outra me bate à porta.

E é isso! Sei que pode parecer genérico, mas eu precisava deixar isso claro antes de prosseguir, sabe?! No fim das contas, você vai ver que não é. 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s