Uma nova chance pra luminária antiga

Na Em Minas de julho:

Ela te acompanhou na adolescência, enquanto lia os livros para o vestibular e estudava para os simulados. Depois, foi com você para a faculdade. E dá-lhe livro de sociologia, teoria da comunicação e jornalismo literário. Do time das baratinhas, no início ela era branquinha que nem neve, mas de tanto ir de um lado paro o outro, foi ficando suja, amarelada e teve o maleiro do guarda-roupas como destino.

Continue Lendo “Uma nova chance pra luminária antiga”